Brocas, agulhas e dor, oh meu Deus! Lidar com a ansiedade dental – Harvard Health Blog

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Para muitas pessoas, ir ao dentista é uma experiência desagradável, mas administrável. Para outros, apenas o pensamento de ir ao dentista causa ansiedade severa, levando-os a atrasar ou evitar o tratamento odontológico. Infelizmente, esse comportamento pode se transformar em um ciclo vicioso de dor dentária, problemas de saúde, ansiedade pior e procedimentos odontológicos mais complexos e dispendiosos.

Ansiedade e fobia dentária

É muito comum as pessoas temerem ir ao dentista. Quando o medo dentário é grave e leva as pessoas a adiar ou cancelar o tratamento, esses indivíduos podem atender aos critérios de fobia dentária ou odontofobia, incluídos no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, quarta edição como um tipo de fobia. Existem várias razões e gatilhos para a ansiedade dental. Para alguns, eles tiveram uma experiência traumática anterior; para outros, eles têm muito medo de agulhas. Como a origem do medo pode variar de paciente para paciente, é fundamental que você identifique seus medos e compartilhe isso com seu dentista ou outro profissional de saúde.

Se você tiver ansiedade ou fobia dentária, aqui estão algumas dicas para garantir que você mantenha sua saúde bucal e receba atendimento odontológico confortável.

Prevenção e conexão boca-corpo

A melhor maneira de evitar procedimentos dentários complexos e dor é visitar regularmente o seu dentista. Seu dentista não apenas diagnosticará problemas e ajudará a prevenir problemas futuros, mas também ajudará a gerenciar sua saúde bucal como parte de sua saúde geral. Sua boca é a porta de entrada para o seu corpo. Por exemplo, pessoas com diabetes tipo 2 são mais propensas a ter periodontite, um tipo de doença óssea e gengival, que pode levar à perda de dentes. De fato, estudos mostraram que o controle do diabetes pode ajudar a controlar a saúde da gengiva e dos ossos e vice-versa.

Leia Também  Cirurgia de perda de peso para crianças e adolescentes que lutam contra a obesidade - Harvard Health Blog

Gerenciando a dor

Muitas pessoas temem o dentista porque têm medo da dor. Existem várias maneiras de gerenciar isso durante e após o tratamento odontológico. Geralmente, os dentistas usam anestesia tópica e local. A anestesia tópica é um gel anestésico que pode ajudar a facilitar a inserção de uma agulha fina usada para administrar anestesia local. A anestesia local entrará em vigor em minutos, normalmente durará várias horas e entorpecerá apenas a área que seu dentista precisa para concluir o procedimento. Além disso, dependendo do tipo de procedimento, seu dentista pode aconselhar um ou mais dos seguintes procedimentos para minimizar a dor e o inchaço após a sua visita: gelo, enxágue bucal, remédios para dor sem receita (como ibuprofeno ou acetaminofeno) ou prescrição médica medicação. Seguir estas instruções é essencial para sua recuperação.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Gerenciando a ansiedade

É altamente recomendável que você explore uma combinação das seguintes opções para reduzir a ansiedade dental antes de considerar os medicamentos. Exercícios de relaxamento, como respiração focada e meditação, podem diminuir com êxito sua frequência cardíaca e deixá-lo à vontade. Muitas pessoas acham que trazer distrações para a cadeira odontológica é eficaz. Os exemplos incluem fones de ouvido para música ou podcasts e uma bola de alívio do estresse que pode ser espremida com as mãos para liberar a tensão durante o procedimento. Além disso, alguns pacientes encontram conforto em trazer um amigo ou membro da família para a consulta. Outra abordagem, a terapia comportamental cognitiva (que também é usada para outras formas de fobias), visa mudar pensamentos e ações negativas. Consulte seu dentista ou outro profissional de saúde para descobrir qual opção é melhor para você.

Medicamentos para reduzir a ansiedade dental

Existem várias maneiras pelas quais seu dentista pode ajudar a reduzir sua ansiedade com medicamentos através de diferentes níveis de sedação. O seu dentista pode prescrever medicamentos anti-ansiedade, como o diazepam (Valium), que você pode levar uma hora antes de uma visita odontológica programada. Seu dentista também pode recomendar sedação consciente, como óxido nitroso (ou "gás hilariante"), que pode ajudar a acalmar os nervos. Você ainda terá controle sobre suas funções corporais, e este medicamento é aplicado apenas durante o procedimento. Por fim, a anestesia geral, que leva você a dormir profundamente, pode ser recomendada para cirurgias mais invasivas da mandíbula ou para pessoas com necessidades especiais ou ansiedade intensa que impedem que os cuidados de rotina sejam possíveis. Algumas dessas opções podem não ser recomendadas dependendo da sua saúde médica, portanto, não deixe de informar o seu dentista sobre suas condições de saúde e medicamentos.

Leia Também  Como cultivar chagas no seu jardim

Mensagens de take-away

Por fim, gerenciar sua ansiedade dental envolve uma combinação das opções acima. Converse com seu dentista e explique exatamente o que o deixa nervoso com a visita. O seu dentista fará uma revisão cuidadosa do seu histórico médico, a fim de fazer recomendações seguras, considerando sua saúde geral. E, por último, visite seu dentista regularmente, mesmo se você não sentir dor. Essa é a melhor maneira de evitar experiências dolorosas e procedimentos mais complexos e dispendiosos.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Rolar para cima