Ordens de donas de casa podem significar mais crianças obesas

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br


Por Alan Mozes
HealthDay Reporter

SEGUNDA-FEIRA, 1 de junho de 2020 (HealthDay News) – Como se a epidemia de obesidade infantil não fosse ruim o suficiente, uma nova pesquisa alerta que mais de um milhão de meninos e meninas americanos se tornem obesos se o fechamento das escolas relacionadas ao coronavírus continuar até o fim Do ano.

O culpado: um forte aumento no comportamento sedentário após o fechamento da primavera de esportes e atividades escolares e pós-escolares em todos os 50 estados.

“Se o fechamento das escolas continuar até o final de 2020 – devido à transmissão indevida da COVID-19 – a taxa de obesidade infantil nos EUA poderá aumentar ainda mais em 2,4%”, disse o autor do estudo Ruopeng An. Ele é professor assistente na Brown School da Universidade de Washington em St. Louis.

Isso se traduz em 1,27 milhão de novos casos de obesidade infantil até março de 2021.

Na edição on-line de 23 de maio do Revista de Ciências do Esporte e da Saúde, Salientou que a obesidade infantil já é um enorme problema de saúde pública, afetando 13,7 milhões (quase 19%) de crianças americanas de 2 a 19 anos (de acordo com as estatísticas de 2017-2018).

Além disso, mesmo antes do COVID-19, menos de um quarto das crianças cumpria as diretrizes de exercícios emitidas pelo Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA. A agência aconselha que as crianças recebam pelo menos uma hora de atividade moderada a vigorosa por dia.

O fechamento da escola tornará as coisas ainda piores? Para ver, An executou alguns cenários possíveis por meio de um modelo de simulação de computador complexo.

O modelo baseou-se no índice de massa corporal e nos dados de obesidade coletados em um estudo de 2011 que acompanhou os padrões de peso entre mais de 15.500 crianças, do jardim de infância até a 5ª série.

Leia Também  Estrela de 'Pantera Negra' Boseman morre de câncer aos 43 anos

As trajetórias de obesidade foram projetadas até março de 2021 com base em quatro cenários possíveis. O primeiro cenário supunha que o fechamento da escola durasse apenas alguns meses, antes de ser suspenso em maio. Uma segunda opção projetou que, além dos bloqueios de dois meses, os níveis de atividade física cairiam 10% durante o verão. Uma terceira possibilidade previa o fechamento de escolas adicionais até outubro. E um cenário final explorou o que aconteceria se as escolas permanecessem fechadas até dezembro.

Todos os quatro cenários foram comparados com as tendências típicas da obesidade pré-pandêmica, após considerar a atividade pré-existente das crianças e os hábitos alimentares.

Contínuo

Determinou que apenas o fechamento de escolas por dois meses – já feito na maior parte do país – provavelmente aumentará a obesidade infantil em 0,64% até março próximo. Isso é além do que aconteceria em circunstâncias normais.

O cenário dois provocaria um aumento de quase 1% na obesidade pediátrica, enquanto o cenário três resultaria em um salto de 1,7%.

E se o fechamento das escolas durar até dezembro, o resultado seria um aumento de 2,4% em ambos os sexos e todas as raças. (A simulação previa apenas um risco ligeiramente maior de obesidade entre meninos e entre crianças negras e hispânicas.)

Mas Lona Sandon – diretora de programa do departamento de nutrição clínica do Centro Médico do Sudoeste da Universidade do Texas em Dallas – não está convencida.

“Devo dizer que sou cético. Não que isso não deva ser uma preocupação, mas temos visto muitos modelos ultimamente que simplesmente não deram certo”, observou ela. “Que evidência temos de dizer que as crianças não estão praticando a mesma quantidade de atividade física que realizavam durante um dia normal de escola? Elas realmente poderiam estar realizando mais atividades em casa”.

Leia Também  Podcast 242 | Pessoas tóxicas

Ainda assim, ela e An concordaram que os pais têm valor em fazer um esforço conjunto para ajudar seus filhos a comer bem e permanecer ativos por quanto tempo a pandemia durar.

cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br

Um, por um lado, defendeu a limitação do tempo da tela. E ele sugeriu que os pais promovessem – e participassem – do máximo de atividade e exercício possível.

Sandon, enquanto isso, aconselhou o estabelecimento de um plano alimentar familiar e de uma rotina diária de exercícios.

“Recreio em casa, se você preferir. Faça um passeio a pé / de bicicleta todos os dias após o almoço ou jantar. Amarre as patins ou pule no skate e vá para o parque. Faça flexões, abdominais, alpinistas ou desafio do salto com vara. Procure fazer mais polichinelos por dia até chegar a 100 ou mais. Passeie com o cachorro algumas vezes por dia “, sugeriu Sandon.

Mas ela alertou os pais contra restrição excessiva de alimentos ou vergonha de peso. O objetivo, disse ela, é “manter a diversão”.

Notícias WebMD da HealthDay

Fontes

FONTES: Ruopeng An, PhD, professor assistente, Brown School, Universidade de Washington, St. Louis, e colega, American College of Epidemiology; Lona Sandon, PhD, RDN, LD, diretora de programa e professora associada, departamento de nutrição clínica, escola de profissões da saúde, Centro Médico do Sudoeste da Universidade do Texas em Dallas;Revista de Ciências do Esporte e da Saúde, 23 de maio de 2020, on-line



Copyright © 2013-2020 HealthDay. Todos os direitos reservados.



cupom com desconto - o melhor site de cupom de desconto cupomcomdesconto.com.br
Rolar para cima